Adrenalinamente

A curva do teu sorriso, feito montanha russa, por hora me faz perder a fala, por hora, encontrá-la em estado desumano, desesperadamente tentando gritar o que ninguém entende.Eu não entendo.Explica-me?

Codificado segredo.



Tudo uma vez e de uma em uma, unicamente se faz.
Jamais duas.
Impensáveis três.
Repetir é proibido, voltar é atemporal.
   
   De sete em sete chaves guardei o que alguém um dia disse nunca existir.
   Guardei o tempo.
   Guardei a lembrança do que ainda, do que nunca, aconteceu.


08-15.05.2012

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Danousse

Já não era sem tempo!

Aannnh