Máscaras em conflito

A inspiração vem de onde não deve, mas de onde mesmo deve vir?
Se sentimentos alfloram em cascata e escorregam pelos pulsos, chegam as mãos,
máscaras postas são ilusão;
quando se pode ver através 
do rosto escondido com lágrimas caindo
de ofegante respiração;
que deseja se guardar para um outro não ferir, 
sem saber está a demonstrar o que o próximo também sente
ou imagina sentir.
Mas falta a certeza e sobra o futuro
desenhado sabiamente por Quem pode garantir
que esse baile de fantasias sucumba 
reste apenas rostos, desescondidos da verdade
dispostos a amar, dispostos a saber
que no fim das contas, vale a pena desmascarado viver.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre ser o teu amanhã perfeito, hoje.

Sobre resgate

E ai, qual vai ser?